• Silvano Formentin

5 curiosidades incríveis sobre o carnaval de Veneza!

A maior festa de Veneza representa toda a riqueza cultural da cidade!

Mulher fantasiada no carnaval de Veneza

O Carnaval de Veneza é uma celebração que atrai milhares de turistas anualmente e que demonstra toda a riqueza da cultura italiana!


Essa é uma festa com séculos de tradição, e hoje eu vou te contar 5 fatos curiosos para você conhecer mais a respeito do famoso Carnevale di Venezia!


1- A origem do Carnaval de Veneza


O Carnaval de Veneza foi criado no mesmo ano da consagração da Basílica de São Marcos, em 1094, pelo doge Vitale Falier. Falier era membro de uma das famílias mais poderosas de Veneza, e queria que a população pudesse se divertir em uma festa antes do início da quaresma.


Assim, foi criado o carnaval, uma celebração onde a população poderia participar de jogos, brincadeiras e diversão em público. A ideia foi muito bem recebida por todos os venezianos, mas apenas em 1296 o Senado formalizou o carnaval com um decreto dizendo que o último dia antes da quaresma fosse um dia de festa.


A população, porém, já começava a comemorar o carnaval meses antes, em dezembro. A oficialização do evento trouxe consigo uma série de usos, costumes, e tradições que podem ser observadas até os dias de hoje!


2- As máscaras de carnaval


A população se encantou pelos festejos do carnaval justamente pelos momentos de liberdade que eles proporcionavam. Para celebrarem sem o julgamento da sociedade, os venezianos criaram trajes típicos que escondiam a sua identidade – e foi então que surgiram as famosas máscaras do carnaval de Veneza.

Os homens usavam a “baùta”, uma roupa com uma espécie de capa que cobria todo o corpo. O rosto era escondido por uma máscara branca triangular, com uma abertura que não os impedia de comer e beber, mas era bem fechada, e por isso até alterava um pouco a voz de quem a usava.


Já as mulheres usavam a “moretta” uma máscara preta de veludo oval. A máscara feminina não concedia muita liberdade, pois se encaixava no rosto por meio de um botão que devia ficar dentro da boca da mulher, o que as impedia de se expressarem.


Esse ato de esconder a própria identidade geraram alguns acontecimentos negativos!


Muitas pessoas se aproveitavam dos disfarces para cometerem atos imorais, golpes, pequenas ações criminais, que eram controlados pelas autoridades com uma certa dificuldade.


Para tentar resolver o problema, as máscaras chegaram a ser proibidas em um período durante a noite, nos lugares sagrados e nas casas de jogo. Nos teatros, porém, elas continuaram sendo obrigatórias.


4- As brincadeiras de Carnaval


Os jogos de carnaval em Veneza, assim como as máscaras, eram realizados para dar liberdade para o povo da cidade, naturalmente sérios e contidos. Dentre eles, estavam pirâmides humanas, corridas e competições entre acrobatas. Além disso, por todos os lugares havia a presença de saltimbancos, músicos, mímicos e artistas nas ruas.

Apesar do clima de confraternização, algumas atividades eram bem cruéis e sangrentas. A caça ao touro, por exemplo, acontecia nos Campo San Geremia e Campo San Polo e era marcada pela decapitação de um touro, feita para exaltar a maestria dos açougueiros locais.


O mattaccino também era um item comum nas brincadeiras. Era um estilingue utilizado para jogar ovos nas damas de Veneza! Esses ovos, entretanto, eram esvaziados e preenchidos com água de rosas.


Além disso, haviam jogos de disputa, como o desafio dos punhos. Essa disputa de socos acontecia na Ponte dei Pugni e reunia dois grupos jogando adversários na água com socos violentos!


Me conte aí nos comentários: você teria coragem ou gostaria de participar de alguma dessas brincadeiras?


4- Os personagens do Carnaval


As máscaras e fantasias do Carnaval de Veneza são inspirados nos principais personagens da famosa “Commedia dell’Arte”, um gênero teatral que nasceu na Itália no fim do século XV e se espalhou pela Europa até o século XVIII.


As máscaras e os personagens mais famosos são:


O Pantalone:

Um homem muito rico e que apesar da sua idade avançada era famoso pelas suas aventuras. Esse personagem representa o conservadorismo da sociedade.


Colombina:

Uma serva inteligente e habilidosa, a eterna amante de Arlecchino e que também era desejada por Pierrot.


Arlecchino:

Esta é considerada a máscara mais popular de Veneza. Esse personagem é considerado o palhaço, por seu modo de caminhar que se assemelha à uma dança!


Pierrot:

É um servo confiável e devotado a seu mestre. Além disso, é charmoso e carismático e usa roupas brancas folgadas com um lenço no pescoço. Pierrot é apaixonado por Colombina. Sua máscara retrata tristeza por ter seu coração partido, já que Colombina ama Arlecchino.


5- Napoleão e o fim do Carnaval


A queda da República de Veneza aconteceu com a chegada de Napoleão, em 1797, e marcou não só o fim do poder da cidade, mas também acarretou várias transformações.


Com medo do anonimato e da liberdade do carnaval, Napoleão decretou seu fim, permitindo somente as festas em casas privadas e nas ilhas de Murano, Burano e Torcello.

A festa permaneceu proibida até 1979, quase dois séculos depois! Um grupo de cidadãos, começou a sair nas ruas com fantasias, jogos e máscaras.


As autoridades públicas passaram a dar atenção à volta do carnaval e a investir no incentivo de manifestações e festas. Os artesãos voltaram a produzir os luxuosos vestidos e fantasias da época e a festividade invadiu novamente a Praça São Marcos, e as ruas de Veneza!


Hoje em dia o Carnaval de Veneza atrai foliões do mundo inteiro a partir da última metade de janeiro. Apesar do frio, durante os finais de semana, a Praça São Marcos fica lotada de pessoas vestidas a caráter que alugam ou confeccionam suas próprias fantasias!


Participar dessa festa com certeza é uma emoção única! Me responda nos comentários: você já teve a oportunidade de viver essa experiência? Se não, gostaria de visitar Veneza durante o período do carnaval?


Se você gostou desse artigo, não esqueça de deixar o seu comentário e cadastrar o seu e-mail no campo logo abaixo do texto! Eu estou sempre postando conteúdos novos para ajudar pessoas com você, que querem estudar italiano e conhecer mais da cultura desse país que tanto amamos: a Itália!


Arrivederci!


1.500 visualizações8 comentários

Posts recentes

Ver tudo