top of page
  • Silvano Formentin

A educação na Itália como estratégia de guerra e formação do mundo moderno: fatos curiosos revelados


Quem é descendente de italianos como eu, já deve ter ouvido histórias da infância dos nonnos e nonnas e suas experiências na idade escolar, assim como o estilo de vida que levavam na época.


Neste artigo irei trazer fatos curiosos, importantes e históricos de como a educação na antiga Itália teve um papel fundamental na formação da sociedade da época e influenciou diretamente a estrutura de ensino que conhecemos hoje. Boa leitura!



A educação na Itália antiga teve um impacto significativo na expansão do Império Romano, bem como na formação do mundo moderno como conhecemos hoje.


As crianças romanas eram incentivadas pela família a aprender o Mos Maiorum (um conjunto de valores da sociedade que incluíam respeito as leis, aos idosos e à família), o que contribuiu para a formação de bons cidadãos e soldados.


Inicialmente a educação em Roma estava intimamente ligada à expansão do Império Romano, pois através dela os romanos foram capazes de difundir sua cultura e seus valores, além de conquistar e governar seus territórios.


Com o tempo, a educação se tornou mais refinada, e os italianos adicionaram ao seu sistema de ensino aulas de retórica para a formação de advogados, juízes, magistrados, cargos na carreira política e altos escalões militares. Isso permitiu que a elite romana se desenvolvesse intelectualmente, o que contribuiu para o fortalecimento do Império.


Durante este período, surgiram muitos intelectuais e pensadores que influenciaram não só a sociedade romana, mas também a cultura e a filosofia ocidentais como um todo. Alguns desses grandes intelectuais são:



  • Cícero

Considerado um dos maiores advogados da história.


Foi um político ativo e influente durante a República Romana, além de escrever extensivamente sobre filosofia, política e retórica.





  • Horácio

Poeta e crítico literário romano, conhecido por sua obra "Odes", que é considerada um dos mais importantes trabalhos da literatura romana.


A expressão latina "Carpe Diem" ("aproveite o dia") é de autoria do filósofo.


Ele também atuou como soldado do exército republicano de Roma (42 a.C.).


Virgílio, Horácio e Vário na casa de Mecenas. Pintura de Charles François Jalabert (1819)



  • Plutarco

Historiador, biógrafo e ensaísta grego, viveu durante o período romano. Escreveu uma vasta coleção de biografias de grandes líderes e figuras históricas, como Alexandre, o Grande e Júlio César.




  • Sêneca

Filósofo e escritor, conhecido por suas reflexões sobre a vida, a morte e a virtude. Foi um dos principais representantes do estoicismo, uma escola filosófica que enfatizava a importância da razão, do autocontrole e da virtude na vida humana.



Curiosidade:


Sêneca também teve uma grande influência política durante sua vida e serviu como conselheiro de vários imperadores romanos, como Nero, que se tornou imperador em 54 d.C., quando tinha apenas 16 anos de idade.


Em 65 d.C, Sêneca foi acusado pelo próprio Nero de conspiração contra o Império, o que provavelmente não era verdade. No entanto, ele foi condenado e escolheu cometer suicídio abrindo as veias, o que era uma prática comum na época entre os romanos ricos e poderosos.


Apesar de sua morte trágica, Sêneca deixou um legado duradouro na história da filosofia, da literatura e da política. Suas obras ainda são lidas e estudadas em todo o mundo, e sua influência pode ser vista em diversos pensadores e intelectuais ao longo dos séculos.


Como vimos, os italianos viam a educação como uma estratégia de guerra de fato, inclusive contratavam professores dos maiores centros de ensino, como a Grécia e o Egito, tornando a educação acessível apenas para aqueles que serviriam ao Império de alguma forma, excluindo a população comum.


Hoje em dia, vivemos em um mundo globalizado e conectado, onde a educação é acessível a todos, graças aos avanços tecnológicos.


Para os descendentes de italianos, aprender a língua e cultura italiana pode ser uma maneira de se conectar com suas raízes e, ao mesmo tempo, adquirir novas habilidades e conhecimentos. Ao contrário de nossos antepassados que enfrentavam barreiras de acesso à educação, as pessoas hoje têm a oportunidade de estudar online e de forma acessível.


Especialmente para a terceira idade, aprender italiano pode trazer inúmeros benefícios, como melhorar a memória e a cognição, aumentar a socialização e a conexão com a família e comunidade italiana, além de proporcionar uma experiência enriquecedora e divertida.


Por isso, se você é descendente de italianos, aproveite a oportunidade que a tecnologia e a globalização nos oferecem e comece agora mesmo a aprender italiano online.


Além de honrar suas raízes e história, você ainda estará adquirindo novas habilidades e se conectando com algo novo e emocionante. Afinal, nunca é tarde para aprender algo novo e se reinventar. E agora, mais do que nunca, a educação está ao alcance de todos.


Clique aqui e conheça como Leonice, se reconectou com suas origens italianas de maneira fácil e prática, realizando seu sonho em apenas 8 meses.


Até a próxima leitura, arrivederci!


1.460 visualizações9 comentários

Posts recentes

Ver tudo

9 commentaires


Elizabete Lima
Elizabete Lima
07 févr.

Muito bom artigo, o que lembra a gente de ir atrás de mais conhecimento!

J'aime

batistelamarco
batistelamarco
22 mai 2023

Belissimo material. Parabéns pela publicação.

J'aime

João Zanatta
João Zanatta
18 mai 2023

Bravissimo professor Silvano. Questo è un lavoro molto importante, di divulgare la cultura greco-romana-italiana. È la nostra cultura occidentale che il Nuovo Ordine Mondiale vuole destruire. Non gli lasciaremo.

J'aime

estevestorres
05 mai 2023

Grazie, Professore per il testo così informativo sulle formule di lasciare la vita per punizione ( Socrate, p.e.). Antonio Carlos Esteves Torres.

J'aime

Clarinda Calegari
Clarinda Calegari
04 mai 2023

Já li algumas coisas sobre a Itália e o antigo Império Romano. Assisti, também, o filme Quo Vadis, que se refere ao último Imperador de Roma.

Estou encantada com as aulas, com a apresentação da cultura e da história italiana, na sua versão antiga e na sua versão atual.

O método Formentim está despertando, em mim, vontade de mergulhar na melodia dessa linguagem, na cultura exportada com seus filhos imigrantes, e sua história de conquistas.

Estou na segunda semana de estudos da língua italiana, com muito desejo de seguir os estudos, até o fim dos 8 meses, como o compromisso assumido na aula de ontem, de até 30 de dezembro de 2023, me tornar fluente em italiano, um sonho antigo,…

J'aime
bottom of page