• Silvano Formentin

As belezas naturais italianas

Conheça 5 lugares incríveis que representam a grandiosidade da natureza na Itália


Todos já sabemos que a Itália é um lugar repleto de atrações turísticas e monumentos famosos que carregam séculos de história, mas as belezas desse país vão muito além da arquitetura.


A Europa no geral é um continente onde podemos encontrar diversas manifestações surpreendentes da natureza, e com a Itália não é diferente. Confira abaixo algumas dessas maravilhosas paisagens presentes no país da bota!

Parco Nazionale Gran Paradiso

Parco Nazionale Gran Paradiso


Este é um parque situado no noroeste da Itália, no Vale de Aosta. É o parque mais antigo do país, fundado em 1922, ano em que o Rei Vitor Emanuel III o entregou para o Estado.


Ele está localizado nos Alpes, e é o lar dos vinhedos mais altos de toda a Europa. É uma zona rural que antigamente servia como local de caça e já foi propriedade particular da Casa de Sabóia.


O parque recebeu o nome de Gran Paradiso pois suas montanhas alcançam a marca de 4061 metros de altura. Por serem cobertas de neve formam uma paisagem espetacular muito frequentada por alpinistas experientes.


Para aqueles que não desejam se aventurar nas escaladas, existem trilhas de caminhadas mais curtas e diversos restaurantes e locais perto das estradas de onde se pode admirar a beleza do parque, bem como os seus moradores mais ilustres, como as cabras da montanha e as marmotas.


Cascate di Lillaz

Cascate di Lillaz

Ainda na região do Vale do Aosta e entre os alpes do parque Gran Paradiso se encontram as Cachoeiras Lillaz. Essa impressionante queda d’água é acessada através de trilhas que partem da comuna italiana de Cogne.


O interessante das Cachoeiras Lillaz é que ela varia de acordo com as estações do ano, e no inverno suas águas chegam a congelar!

  Cascate di Lillaz

Esse efeito incrível acontece quando o ambiente atinge temperaturas extremamente baixas, entre -16ºC e -17ºC, geralmente à noite.


Assim como a região do Vale do Aosta como um todo, a pequena Cogne oferece outras atrações turísticas como estações de esqui e hotéis com spa, bastante frequentados no inverno.




Riserva Naturale dello Zingaro

Riserva Naturale dello Zingaro

A Reserva Natural do Zingaro – que significa cigano em português – é uma área natural protegida localizada na província de Trapani, na Sicília.


A reserva ocupa um trecho de 7 quilômetros de costa e possui duas entradas: uma no lado norte, a 13 quilômetros de San Vito Lo Capo, e uma no lado sul, a 12 quilômetros de Castellammare.


Dentro dessa reserva não existem restaurantes nem hotéis, e justamente por isso a natureza por lá é tão preservada! A água do mar é cristalina, e está cercada por penhascos e colinas repletas de oliveiras, amendoeiras, palmas e outras plantas típicas do mediterrâneo.


Assim que você entrar na reserva é preciso caminhar alguns quilômetros para chegar até as praias, por meio de trilhas que vão desde as mais leves e rápidas até as mais intensas, para quem tem um preparo físico melhor.


É possível chegar até as proximidades da Reserva do Zingaro de carro ou com os barcos que saem de San Vito Lo Capo.

Lago di Carezza

Lago di Carezza


O Lago di Carezza é um lago dos alpes com águas cristalinas que mede cerca de 300 metros de comprimento e 130 de largura. Ele fica próximo da cidade de Nova Levante, no Tirol e oferece uma vista espetacular para a cordilheira Latemar.


Não bastasse isso, ele também é rodeado por florestas e montanhas que complementam a beleza da paisagem.


Uma lenda local conta que existe uma sereia que vive no fundo do lago e que há muitos anos atrás despertou a paixão de um mago. Esse mago, para tentar conquistá-la, seguiu os conselhos de uma bruxa e fingiu ser um vendedor de joias e disse que faria um arco-íris entre as montanhas mais próximas.

Quando foi descoberto pela sereia, ele jogou as joias no lago, causando os reflexos coloridos que hoje conseguimos ver em sua superfície.


Com ou sem lenda, esse é um lugar incrível para quem gosta de um contato mais próximo com a natureza, pois nos seus arredores podem ser encontradas diversas opções de trilhas, com percursos que variam no nível de dificuldade.

Sorrento e Isola de Capri

Sorrento e Isola de Capri


Sorrento é uma cidade costeira da região sudoeste da Itália, banhada pela baía de Nápoles na península Sorrentina. Ela conta com menos de 20 mil habitantes, mas é o ponto de ligação entre várias outras pequenas cidades da Costa Amalfitana. É vizinha também da famosa Positano, por apenas 18 quilômetros.


Sorrento foi construída no alto de um penhasco, e suas praias paradisíacas ficam na parte mais baixa, agraciadas pelo Tirreno, um mar calmo de águas cristalinas.


É de Sorrento que partem as balsas para a Ilha de Capri, famosa ilha do golfo de Nápoles que abriga a impressionante gruta azul.


A gruta azul é uma caverna natural de aproximadamente 60 metros de comprimento e 25 metros de largura, com uma pequena entrada de apenas um metro de altura e dois de largura.


Por causa disso, a única de maneira de entrar na gruta é com um pequeno barco, que leva apenas quatro pessoas por vez. É muito comum que o condutor do barco peça aos passageiros para que se deitem no fundo da embarcação para a entrada no local.


Lá dentro, depois de alguns segundos de escuridão, você se surpreenderá com a visão de uma água azul luminosa com reflexos transparentes.

Gruta azul em Sorrento

O melhor horário para visitar a Gruta é entre meio dia e 2 da tarde, pois nessa hora os reflexos da gruta são mais brilhantes. Os ingressos geralmente custam 14 euros por pessoa, sendo 10 para o serviço de transporte no barco e 4 para a entrada na gruta.


Seja no inverno ou no verão, a Itália com certeza tem lugares capazes de agradar quem gosta de calor e quem gosta de frio, não é mesmo?


E, para além dos grandes monumentos históricos e centros urbanos, está comprovado que esse grande país tem inúmeras atrações para quem quer curtir a natureza.


Você já conheceu algum desses lugares incríveis, ou sentiu vontade de visita-los depois de ler o artigo? Me conte nos comentários!


Lembre-se sempre que uma viagem a esses lindos lugares é sempre melhor se você sabe falar italiano, pois assim você se comunica melhor com qualquer pessoa – seja um garçom, um guia, ou qualquer outro nativo!


Além disso, você também adquire o vocabulário necessário para ler placas e mapas, evitando a dificuldade de ficar perdido ou não conseguir encontrar algumas dessas atrações.


Não se esqueça também de deixar seu e-mail no campo logo abaixo do artigo para não perder as novas postagens do blog! Vou te enviar novidades e conteúdos gratuitos toda semana.


Ci vediamo!





549 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo