• Silvano Formentin

Programação para saída do confinamento total na Itália é falsa ou verdadeira?

Teremos o fim da quarentena italiana?


Nos últimos 5 dias circula pelas redes sociais com bastante repercussão, um esboço de como seria a reabertura gradual do comércio, da indústria, das escolas, jogos de futebol e demais atividades na Itália.


Eu mesmo recebi isso de um amigo que mora em Milão e achei o texto bem interessante, e por outro lado também um pouco preocupante.


Me chamou tanto a atenção que resolvi fazer o artigo dessa semana baseado nesse assunto, nessa lista de reabertura.



Como já trabalhei durante 4 anos escrevendo para um jornal da minha cidade, anos antes de me mudar para a Itália, comecei a pensar: para escrever um artigo sobre isso, preciso descobrir se a informação é verdadeira, e não ser mais um propagador de notícias falsas, ou, como alguns gostam de falar, sem se preocupar com estrangeirismo, as “fakenews”.


Comecei a garimpar em dezenas de sites italianos até encontrar menção a essa “catena WhatsApp”, como dizem os italianos, ou seja, essa corrente do WhatsApp, e enfim, depois de uma hora e muita leitura eu encontrei.


Nesse momento tenho que ser grato por saber italiano, pois não encontraria o que eu procurava em sites de outras línguas, e também não encontraria se as palavras chaves que coloquei no Google não fossem em italiano.


Mas antes que você morra de curiosidade, vamos ao texto que “viralizou”. Confesso que queria usar outra palavra aqui.


FINE FASE 1: PROGRAMMATA


• 14 Aprile: Librerie e Cartolerie


• 18 Aprile: Riapertura aziende agricole e industriali

FASE 2: IPOTESI

•4 maggio: Libera circolazione ma con obblighi come mascherine e distanza di sicurezza.

•4 maggio: Negozi tessili, di arredamento e d’abbigliamento con ingressi scaglionati, file lunghe e prenotazioni (no centri commerciali).

•11 Maggio: Tribunali ed uffici professionali

•18 Maggio: BAR E RISTORANTI ed altre attività di ristorazione con distanze da rispettare


•25 Maggio: Parrucchieri e Barbieri con obbligo mascherina, ingressi singoli.

•31 Maggio: Ripartenza campionato di calcio e altri sport collettivi.

8 Giugno: Centri sportivi ma solo per sport individuali o lezioni con basso assembramento.

FASE 3: IPOTESI

•Settembre: Riapertura scuole superiori con divisione turni e lezioni online, ancora da decidere materne ed elementari.

•Dicembre: Cinema e teatri

•Marzo 2021 : DISCOTECHE E STADI

•31 MARZO 2021 : RIAPERTURA CONFINI E FINE DI OGNI LIMITAZIONE

Ritorno alla normalità previsto per primavera 2021


Eu, particularmente fiquei muito preocupado com o fato de a reabertura total e definitiva estar programada apenas para 31 de março de 2021.

Praticamente daqui a um ano.


No entanto eu não encontrei nenhuma fonte confiável confirmando essas informações. Inclusive alguns jornais fizeram matérias falando dessa corrente do WhatsApp e destacaram a falta de uma confirmação do governo sobre esse assunto por enquanto.


No entanto a reabertura de algumas empresas agrícolas e industriais no próximo dia 18 é uma informação verdadeira.


Já a informação sobre a reabertura das papelarias e livrarias foi confirmada pelo próprio primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte, bem como os negócios voltados às crianças, como lojas de roupa.


De acordo com o ministro degli Affari e delle Autonomie, Francesco Boccia, em uma entrevista essa semana para o jornal Corriere della Sera, “parlare di normalità vuol dire illudere la gente, perché se fai un errore distruggi settimane di sacrifici di tutti”.



Ou seja, “falar de normalidade significa iludir as pessoas, porque se cometemos um erro, destruímos semanas de sacrifício de todos”.


Quem acompanha também as declarações do primeiro-ministro italiano, sabe que essa previsão de reabertura que circulou e ainda circula no WhatsApp, mesmo parecendo muito ruim, é na verdade otimista.


Sim querido leitor, infelizmente a situação pode ser ainda mais difícil. De qualquer forma, o que todos concordam é que ainda é muito cedo para fazer previsões como essas. E essa é uma informação confiável, é a lógica, já que outras previsões anteriores já caíram por terra.


A pandemia se mostra muito dinâmica e a cada movimentação atual rumo ao maior fechamento da mobilidade ou à maior flexibilidade nos coloca em caminhos bem diferentes.


Segundo Britta Jewell, epidemiologista de doenças infecciosas no Centro MRC de Análise Global de Doenças Infecciosas, Imperial College London, 1 pessoa que se infecta hoje passa o vírus adiante de forma que em 30 dias mais 2.400 pessoas sejam infectadas, levando-se em conta que uma pessoa passa o vírus para outras duas ou três pessoas e assim por diante.


Concluindo, a probabilidade que essa previsão seja uma notícia falsa é enorme. Não há nenhuma fonte confiável que a confirme. E mesmo que fosse verdadeira, as chances de acontecer mudanças nas datas são de quase 100%, na minha opinião.


Ainda assim, mesmo sendo falsa, ela abre uma discussão interessante e amplia o nosso olhar para o futuro. Levar em consideração que alguns serviços podem mesmo levar 1 ano ou mais para voltar a funcionar normalmente já não é uma possibilidade tão remota.


Isso nos deixa um pouco mais preparados e é esse tipo de previsão pessimista, para a maioria das pessoas, que pode fazer com que a humanidade leve a situação mais a sério e, tomando mais cuidados acabe mudando o futuro para um cenário bem mais agradável.


Me conte nos comentários o que mais lhe chamou atenção neste "calendário" de retomada e o que você tem feito neste momento de quarentena.

1,136 visualizações6 comentários

NUNCA MAIS PERCA UMA POSTAGEM!

Insira seu e-mail abaixo para receber nossas novidades, além de dicas e aulas gratuitas!

Siga-me também nas redes sociais

  • Instagram

© 2019, Silvano Formentin

  • Ícone preto do Facebook
  • Preto Ícone YouTube
  • Ícone preto do Instagram