• Silvano Formentin

Os italianos falam com as mãos!

8 gestos italianos que você pode utilizar para se comunicar melhor na próxima viagem para Itália

Italianos fazendo o gesto mais clássico

Imagine que você é o novo âncora do jornal nacional, mas você só pode se expressar no tom constante utilizado pelo William Bonner e precisa transmitir a notícia sem expressões faciais ou movimentos corporais, lembre-se: mãos apoiadas na bancada. 


O tom utilizado para divulgar o incêndio no museu é o mesmo para notícia do nascimento de filhotes que salvarão alguma espécie em extinção.


Para dificultar a função do nosso espectador agora você deve falar sobre algo positivo, mas com uma expressão de tristeza. Ele parece compreender suas emoções, mas não faz ideia que suas palavras e gestos são opostos.

Toda essa confusão deve-se ao fato de que nossa comunicação se dá de forma única, uma junção entre palavras e gestos que passam a mesma mensagem. Comunicação que na verdade é muito mais corporal do que verbal. 


Não importa o idioma, nosso corpo se expressa de forma unificada. 

"Os italianos defendem que não há motivos para falar algo apenas com a boca se você pode utilizar todo corpo, e para isso eles possuem um gestual específico para cada situação."

Apesar de ser visto em outros países como falta de educação, no Brasil e na Itália, o costume de se mover enquanto fala é extremamente normal.

Origens e costumes


Os italianos são o segundo povo com maior número de imigrantes vindos ao Brasil entre 1880 e 1930. Mais de 1,5 milhão de italianos desembarcaram em solo brasileiro e isso influencia até hoje alguns costumes que possuímos. Um deles é o costume de “falar com as mãos”.

Existem algumas teorias que buscam explicar a origem dos gestos italianos, mas a que mais se difundiu é de que os gestos advêm do comércio. A Itália possui grandes cidades costeiras e desde a Idade Média possui grande relevância comercial, principalmente pela habilidade de navegação e pesca.


Muitos comerciantes iam até a Itália para comprar ou vender seus itens e encontravam muita dificuldade com o idioma, pois não falavam italiano. Na tentativa de comunicação com os locais, os comerciantes gesticulavam, e com o passar dos anos, os gestos utilizados na compra e venda de produtos ganharam inúmeras palavras.


Algumas pesquisas realizadas na Itália identificaram mais de 250 gestos utilizados pelos italianos.

Com o tempo o costume de se comunicar por gestos foi sendo passado entre gerações, permeando o ambiente familiar e assim alcançando o vocabulário local, tornando-se nos dias de hoje um marco cultural reconhecido em todo mundo.


Muitas pessoas brincam dizendo que para se comunicar em italiano você precisa falar alto e sacudir as mãos de qualquer forma. Não caia nessa! Esses gestos são muito importantes e qualquer mínima variação muda o significado da mensagem completamente.


Os italianos defendem que não há motivos para falar algo apenas com a boca se você pode utilizar todo corpo, e para isso eles possuem um gestual específico para cada situação.


Pensando nisso desenvolvemos um guia de gestos para que você possa visitar a Itália se comunicando como um verdadeiro italiano.


Guia de gestos italianos


No Brasil comumente chamado de “mão de coxinha”, esse gesto significa um questionamento ou indignação: o que você está dizendo? Que coisa estás fazendo? Mas por quê?


Para demostrar que está tudo bem pode-se unir os dedos indicador e polegar, mostrando os outros dedos retos, o também conhecido “beleza” brasileiro, indicando o polegar com os demais dedos fechados. Porém na Itália a primeira versão é mais utilizada.



O primeiro gesto italiano é o mais clássico

Outro gesto bastante utilizado na Itália é para informar que algo terminou ou não há a possibilidade de se fazer alguma coisa. Quando se vai ao mercado e não há mais algum produto, ou não se pode ajudar alguém e principalmente em questões financeiras, como quando um amigo lhe pede dinheiro emprestado e você não tem.


Com o polegar para cima e o indicador aberto, formando um "L". Move-se o polegar para um lado e para o outro mantendo o indicador reto para frente.

Conhecidos mundialmente por sua culinária, os italianos não poderiam deixar de fora um gesto para demonstrar que estão com fome. Com os dedos abertos e unidos levados ao encontro do estômago, para demonstrar que o mesmo está vazio, consequentemente, se está com fome.

E caso você não se interesse por algum assunto que alguém está lhe contando pode unir os dedos abertos e passá-los do pescoço em direção à boca, indicando sua indiferença.


Aqui dois gestos italianos muito usados

Se você deseja ir embora de algum lugar pode unir os dedos como em uma semi concha movendo-os para os lados.

 

Se no Brasil abrir e fechar os dedos indica que algum lugar está cheio, na Itália este gesto é utilizado para dizer que alguém está com medo de fazer alguma coisa.


Mais dois gestos comuns na Itália

Bom, esses são só alguns exemplos. Assim como os dialetos, também existem gestos que são característicos de cada região ou cidade. Mas e você? 


Está com medo de se comunicar em italiano ou se sente preparado para falar utilizando todo seu corpo? O importante mesmo é saber falar italiano verbal para não ter que depender sempre de gestos. 


Arrivederci!  

191 visualizações

NUNCA MAIS PERCA UMA POSTAGEM!

Insira seu e-mail abaixo para receber nossas novidades, além de dicas e aulas gratuitas!

Siga-me também nas redes sociais

  • Instagram

© 2019, Silvano Formentin

  • Ícone preto do Facebook
  • Preto Ícone YouTube
  • Ícone preto do Instagram